Melhor Óculos de Realidade Virtual

Impossível não querer jogar como se estivesse dentro do próprio game. Com diversos filmes retratando essa possibilidade, quem ainda não tem um equipamento de realidade virtual, com certeza, em breve, vai adquirir.

E você? Está em busca do melhor Óculos de Realidade Virtual? Então, vem comigo, que vou dar todas as dicas.

Quais os melhores Óculos de Realidade Virtual?

Warrior Óculos 3D VR Glasses JS080

O Warrior 3D Virtual Reality VR Glasses JS080 é um dispositivo que permitirá você ter ao seu alcance todo o mundo da realidade virtual com alta resolução.

A experiência de imersão é incrível, tanto para os games, quanto para jogos e para filmes. Por isso, eu coloquei esse produto entre os melhores Óculos de Realidade Virtual.

Se você quer ficar imerso nos efeitos 3D em 360°, basta utilizar esses Óculos Warrior em seu smartphone para seus jogos preferidos.

Afinal, com uma usabilidade ótima, ele também tem aberturas para os fones de ouvido nas laterais e eu posso carregar enquanto uso.

Ele pode ser usado em conjunto com seu smartphone ou tablet, o que permite você também assistir a filmes, além dos próprios jogos e muito mais.

São muitas as vantagens de ter o Warrior 3D Virtual Reality. A primeira delas é que ele é muito fácil de usar e de transportar.

Além disso, tem um bom design que vai satisfazer as suas necessidades.

E mais: o dispositivo pode ser usado por quase qualquer pessoa que use óculos ou lentes de contato.

Ele também tem distância focal e pode ser ajustado para frente ou para trás. Isso permite que o usuário use o dispositivo de acordo com sua visão e conforto.

Esse modelo de Óculos de Realidade Virtual da Warrior vem com correção automática. Portanto, se você não quiser, não precisará de ajustes manuais.

Além disso, esse produto vem com um ajuste tanto para pessoas destras quanto para canhotas.

O conforto que tenho com esses óculos de realidade virtual também é ótimo, por conta do acabamento de qualidade, almofadado, e dos ajustes de eixo óptico e da posição da lente esférica, o que reduz a sensação de fadiga.

E para completar, ele abre na parte frontal de forma retrátil. Assim, posso fazer gravações com meu smartphone.

Prós:

  • Portáteis e fáceis de usar
  • Suporta miopia
  • Pode ser ajustado para frente ou para trás
  • Distância focal ajustável
  • Aberturas laterais para utilizar fone de ouvido
  • Pode carregar durante o uso
  • Abre na frente de forma retrátil para gravar com o Smartphone

Contras:

  • Não vem controle

Oculus Quest 2 Headset Portátil

O Oculus Quest 2 é um sistema completo de Realidade Virtual, multifuncional. Eu acho que é um dos mais avançado que vi até o momento.

Estamos falando da provável próxima geração de óculos e fones de ouvido de realidade virtual, projetados para serem portáteis e fáceis de usar, sem a necessidade de PC ou console.

Ele está aqui na lista de melhores óculos de realidade virtual justamente por ter sensibilidade aos movimentos, trazendo uma imersão ótima nos games.

Outra vantagem é que ele foi aperfeiçoado para ter ergonomia e controles intuitivos, trazendo para uma experiência gamer quase que perfeita.

Ah! E ele funciona também para PC, desde que seja um computador compatível e você tenha um cabo Oculus Link.

Já o design é bem confortável, tanto por conta do formato feito em tecido e a leveza.

Ainda, com 128GB de armazenamento interno e uma biblioteca de jogos, você pode baixar e armazenar seus jogos favoritos sem ter que se preocupar em ficar sem espaço.

Os controles incluídos facilitam a navegação em seu mundo virtual. Com o som 3D você vai sentir como se estivesse realmente lá.

Sem falar no tracking, que é perfeito. E outra coisa que funciona bastante para mim e não precisar de ter medo de quebrar tudo em casa, porque ele tem mecanismo de segurança.

Além disso, com 50% mais pixels do que a primeira versão, a resolução é mais nítida do que nunca.

Ele também apresenta uma tela de alta resolução maior do que qualquer fone de ouvido VR do mercado.

Os alto-falantes integrados proporcionam uma experiência imersiva e a nitidez aprimorada fornece uma imagem mais realista.

Prós:

  • Portáteis e fáceis de usar
  • Pode ser usado no PC
  • 128GB de armazenamento interno
  • Som 3D
  • 50% mais pixels
  • Tela de alta resolução
  • Alto-falantes integrados

Contras:

  • Bateria dura em torno de 2 horas

Zeiss VR ONE Plus

Os óculos Zeiss VR ONE Virtual Reality Glasses Plus são a maneira perfeita para experimentar a realidade virtual.

O inovador sistema deslizante garante o posicionamento preciso de seu smartphone, enquanto as lentes de precisão Zeiss e os sensores de rastreamento proporcionam uma experiência verdadeiramente imersiva.

Com esses óculos 3D de realidade virtual, não é necessário fazer ajustes manuais, porque as lentes calibram automaticamente. Ah! E o VR One Plus da Zeiss pode ser usado por quem usa óculos de grau ou lentes de contato.

Com uma tampa frontal transparente, ele permite câmeras de smartphone para aplicativos de realidade aumentada.

O design também traz conforto por conta da ventilação, evitando embaçamento.

Compatível com smartphones iPhone 6, bem como com os modelos Samsung Galaxy S4, S5 e S6.

Os óculos Zeiss VR ONE Virtual Reality Glasses Plus são a maneira perfeita para entrar em um novo mundo.

Prós:

  • Lentes de precisão ZEISS
  • Compatível com smartphones iPhone 6, Samsung Galaxy S4, S5 e S6.
  • Design leve e confortável
  • Ventilação integrada ao fone de ouvido para evitar embaçamento

Contras:

  • Não vem controle

HTC Vive Cosmos

Feito para a experiência VR mais imersiva, o HTC Vive Cosmos é um headset de óculos de realidade virtual e fone de ouvido de alto nível que oferece uma infinidade de benefícios.

Fabricado com materiais premium e equipado com seis câmeras de rastreamento, esse dispositivo é capaz de fornecer um sistema com tracking extremamente preciso.

Seu amplo campo de visão permite que você desfrute de entretenimento em sua própria casa enquanto seu rápido recurso de atualização permite que acesse instantaneamente novos conteúdos.

O design de “flip-up” faz com que seja conveniente para os usuários se moverem sem ter que tirar o fone de ouvido.

O design de inversão permite que você troque rapidamente entre os modos realidade virtual e realidade aumentada.

A faixa de cabeça ajustável o torna confortável para usuários de todos os tamanhos.

Há um ajuste de conforto para os olhos que permite adequar a distância entre a lente e o rosto — uma característica obrigatória para pessoas com óculos de grau!

Esses óculos de realidade virtual também têm áudio espacial 3D, como fones de ouvido estéreo e sensores de toque para que você possa controlar facilmente o volume

Sem falar na experiência de imersão perfeita por conta das 6 câmeras de rastreamento e uma alta qualidade na resolução — 2880 x 1700 com resolução combinada, taxa de atualização de 90Hz e discagem de distância interpupilar ajustável (IPD) para conforto e qualidade visual.

Tem algumas informações necessárias para quem vai comprar esses óculos de realidade virtual, que são as especificações de hardware compatíveis. A conexão é via USB 2.0 (ou mais recente), saídas de vídeo HDMI 1.4, DisplayPort 1.2 (ou mais recentes).

A placa de vídeo precisa ser igual ou equivalente à NVIDIA GeForce GTX 1060, AMD Radeon RX 480 ou posterior. O CPU, Intel Core i5-4590, AMD FX-8350 ou posterior. Também necessita RAM de 4 GB ou mais.

Já os sistemas operacionais podem ser Windows 7 SP1, Windows 8.1 ou posterior e Windows 10.

Prós:

  • Lentes de precisão ZEISS
  • Portabilidade plug-and-play
  • Configuração rápida e fácil
  • Seis câmeras de rastreamento
  • Resolução de alta qualidade
  • Controlador rastreado por movimento sem fio em cada mão

Contras:

  • 2 horas de bateria

Oculus Go Standalone Headset

Aqui temos óculos de realidade virtual e fones de ouvido que podem ser usados sem nenhum dispositivo externo.

Ele é portátil e fácil de usar. O tamanho da tela é de 30 pés e o headset é projetado com tecidos inovadores e respiráveis.

O Oculus Go Standalone Virtual Reality Headset tem uma alça ajustável para maior conforto.

O fone de ouvido também tem uma conexão auxiliar P2 de 3,5 mm para que você possa ouvir suas músicas favoritas enquanto joga jogos ou assiste a filmes no dispositivo.

Oculus Go são os óculos de realidade virtual autônomos que usam visão computadorizada para rastrear os movimentos de sua cabeça, e é a maneira mais fácil de pular para dentro da VR.

Ah! E conta também com 32GB de capacidade de armazenamento e conexão WiFi.

Ainda, também pode ser usado com PC, desde que tenha OS Windows 10 e placa de vídeo compatível com Virtual Reality (VR ready).

Com mais de 1.000 aplicativos na Loja Oculus, tem para todos os gostos. Quer você queira jogar ou assistir a filmes.

Leve e confortável, conta com tecidos respiráveis para que você possa usá-lo por horas sem se sentir sobrecarregado.

As tiras garantem um ajuste perfeito para a maioria das pessoas e são fáceis de colocar sobre os óculos de grau.

Por conta de todas essas características e por trazer uma experiência imersiva ótima, esses óculos de realidade virtual estão em nossa lista de hoje!

Prós:

  • Cores vibrantes e um campo de visão amplo
  • Entrada de áudio P2 de 3.5mm
  • Integrated Spatial Audio
  • Autônomo (não precisa de hardware, computadores ou outros dispositivos)
  • Também é compatível com PC
  • Headset leve — projetado com tecidos inovadores e respiráveis
  • Resolução de alta qualidade

Contras:

  • 2,5 horas de bateria

Veredito: os melhores Óculos de Realidade Virtual

Hoje, com certeza, eu vou eleger o Warrior Óculos 3D Realidade Virtual VR Glasses JS080.

Isso porque eu consegui uma experiência de imersão que eu buscava e consigo não apenas jogar, mas ver filmes.

Apesar de ele não ter controle, gostei de como posso controlar com meus próprios movimentos.

E mais: poder carregar enquanto jogo e usar meus fones de ouvido preferidos também são vantagens que me atraíram muito nos Óculos de Realidade Virtual da Warrior.

O design é leve e prático, e tem ajustes que também trazem conforto. Serve para todos, quem usa lente ou óculos de grau, quem é destro ou canhoto.

E o que dizer da abertura frontal para eu poder fazer gravações? Por tudo isso, o Warrior Óculos 3D Realidade Virtual VR Glasses JS080 ficou no topo de nossa lista de melhores Óculos de Realidade Virtual.

Como funcionam os óculos de realidade virtual?

Os óculos de realidade virtual são compostos por dois elementos principais: um head tracker e as telas. Head tracker é um tipo de software que monitora o movimento da sua cabeça enquanto usa os óculos, o que define a direção da câmera do jogo. As telas exibem uma imagem diferente para cada olho, criando maior sensação de profundidade.

Quais são os tipos de óculos de realidade virtual?

Os óculos de realidade virtual se dividem em três principais tipos:

Para smartphone

Esse modelo tem duas lentes de LCD e um suporte para o celular dentro do próprio aparelho. É a opção com preço mais acessível, mas nem todo modelo de smartphone é compatível.

Avançado (Tethered)

Modelo com fio e que apresenta mais recursos e maior suporte. Para ser usado, ele geralmente exige um computador potente ou um console recente.

VR independente

É um modelo que não precisa ser conectado a nenhum outro aparelho. Todo o sistema de processamento é integrado junto ao display dos óculos.

Usar óculos de realidade virtual faz mal para a vista?

Se usado em excesso, o headset pode causar problemas de visão devido à proximidade e intensidade. É recomendado não utilizar por períodos prolongados e removê-lo a cada 20 minutos para descansar a vista.

Quem usa óculos de grau pode usar óculos de realidade virtual?

Os óculos de grau devem ser usados em junto aos óculos de realidade virtual para não prejudicar a vista. Para evitar náusea, seus óculos de grau devem estar sempre limpos e, antes de começar a jogar, espere alguns minutos até sua visão se acostumar.

Quem não pode usar óculos de realidade virtual?

Pessoas com histórico de epilepsia ou outros problemas de neurológicos devem consultar um médico antes de usar óculos de realidade virtual. Se você sente náusea, está com sono, cansaço, enxaqueca ou alcoolizado, também é recomendado não usar.

Qual a diferença entre óculos 3D e Óculos de Realidade Virtual?

Se você já foi ao cinema nos últimos anos, então é quase certo que já viu aqueles filmes que usam os óculos 3D, seja o de duas cores ou de uma cor só.

Para quem era criança na época em que eles estavam na moda, parecia uma tecnologia incrível. Alguns jogos também chegaram a ser lançados com esses óculos.

O apelo do 3D sempre foi a imersão, mas a Realidade Virtual já tomou esse lugar. Mas a verdade é que tudo começou com os óculos 3D.

óculos de realidade virtual

Como surgiram os óculos 3D?

Apesar de parecer alguma novidade tecnológica dos anos 2000, a verdade é que os óculos 3D já existiam bem antes disso.

O primeiro filme 3D exibido no cinema foi The Power of Love, de 1922.

O primeiro grande boom dos óculos 3D foi na década de 1950. Essa tecnologia já estava bem estabelecida no cinema, então surgiram vários filmes com versões em 3D. O efeito era o mesmo, mas aplicado sobre cada quadro do filme.

Infelizmente, essa forma de 3D era bem cansativa para a vista e cara de produzir. Então, foi deixada de lado até meados dos anos 80, quando chegou aos parques temáticos da Disney. Houve outro pico no início dos anos 2000, com filmes como Pequenos Espiões 3D, além de várias promessas de que a tecnologia se tornaria mais barata e confortável.

Porém, até hoje, ela é lembrada como um gimmick de sua época.

Como funcionam os óculos 3D?

O primeiro indício deles como o conhecemos foi criado pelo físico Sir Charles Wheatstone. Ele criou um estereoscópio, um dispositivo que usa prismas e espelhos para criar uma imagem 3D a partir de uma 2D. O que veio logo depois foram os óculos anaglifo, aquele que tem uma lente azul e outra vermelha. Você usa para enxergar o efeito em uma imagem estereográfica duplicada.

Uma delas é desenhada em azul e a outra em vermelho. Quando cada imagem passava pelo filtro de cor da lente, elas eram combinadas na visão, criando a impressão tridimensional.

Em essência, é uma combinação da distorção na tela e nos óculos 3D com a capacidade que o cérebro tem de reinterpretar o que está vendo.

Quando algum objeto em 3D parece mais perto ou se movimentando, é só a sua cabeça tentando interpretar todas essas distorções.

A evolução para os Óculos de Realidade Virtual

Com o tempo, as tecnologias foram se aprimorando, principalmente pela necessidade de imersão que os games vinham apresentando.

Afinal, quem não gosta de se sentir no meio do jogo, literalmente?

Tanto mais porque, com a Realidade Virtual e a Realidade Aumentada, é possível ter experiências imersivas incríveis, e os produtos do mercado atual vem cada vez mais aperfeiçoando o conforto para os gamers.

Como escolher o melhor óculos de realidade virtual?

Para escolher o melhor óculos de realidade virtual, verifique os seguintes pontos.

Tracking de cabeça ou de corpo inteiro

Para alguns jogos, ter um aparelho com tracking de corpo inteiro é ideal. Para outros, apenas o head tracking é suficiente.

Amplitude de visão

Quanto maior o seu campo de visão dentro dos óculos, maior é a sensação de imersão.

Resolução e taxa de frames

Os óculos de realidade virtual com resolução e taxa de frames mais alta proporciona maior qualidade de imagem.

Controles dedicados

Para obter a melhor performance em jogos, dê preferência a óculos com controles dedicados já integrados.

Peso do aparelho

Para evitar dores e desconforto, prefira modelos leves, com 0,5Kg ou menos.

E então? Gostou da nossa lista de melhores Óculos de Realidade Virtual?

Continue conosco e veja mais produtos incríveis aqui, no CentroGamer!

Deixe um comentário